quinta-feira, 24 de outubro de 2019

LUTO EM NOSSA CASA


Amigos do CEENC, 

Voltamos a informar que as atividades abertas ao público retornarão no próximo dia 23 de novembro de 2019

Um abraço fraterno, 

Família CEENC.

terça-feira, 8 de outubro de 2019

LUTO EM NOSSA CASA


Amigos do CEENC, 

Recentemente demos um breve adeus a um irmão amado, filho da casa, que retornou à vida espiritual. 

O CEENC está de luto, e todas as atividades abertas ao público estão suspensas até o mês de Novembro/2019

Seguimos com fé, amor e certeza de que a vida continua, e que os laços construídos aqui serão eternamente abençoados pelo nosso Pai maior. 

Um abraço fraterno, 

Família CEENC.

quarta-feira, 25 de setembro de 2019

FESTA DA IBEJADA



Nesse sábado vai acontecer a festa da Ibejada no CEENC! Venham e tragam a família para participar desse momento mágico junto das criancinhas do céu!!! Esperamos vocês e muitas criancinhas conosco!!!!! Entrada a partir das 19 horas. É no CEENC! Um abraço fraterno, FAMÍLIA CEENC!

segunda-feira, 12 de agosto de 2019


CENTRO ESPÍRITA DE ESTUDOS NOSSA CASA


ABORDAGEM DO EVANGELHO: NÃO VIM DESTRUIR A LEI


TEMA: UMBANDA: COMO SURGIU?

Trata o presente texto do surgimento da Umbanda analisado com base no primeiro capítulo do Evangelho Segundo o Espiritismo, que se refere à seguinte declaração de Jesus Cristo: “não vim destruir a lei”.

Durante a leitura do capítulo acima citado, verifica-se a presença de Três Revelações ou etapas no decorrer do desenvolvimento da Humanidade: Moisés, Cristo e o Espiritismo.

Inicialmente, tem-se os Dez Mandamentos, Leis Divinas e imutáveis, transmitidas através de Moisés para que fossem ensinadas ao povo da época. Essas Leis mudam apenas “a sua aplicação e vivência na medida da evolução da inteligência, da sensibilidade e da moral dos homens”[i]

Além dos Dez Mandamentos, Moisés estipulou, as leis civis ou disciplinares, extremamente rígidas e necessárias ao povo da época e, portanto, mutáveis.

Aproximadamente mil anos depois, com a chegada do Cristo, este assim se manifestou:

Não penseis que vim destruir a lei ou os profetas; não vim para destruí-los, mas para dar-lhes cumprimento. Porque em verdade vos digo que o céu e a terra não passarão, até que não se cumpra tudo quanto está na lei, até o último jota e o último ponto. (Mateus, V: 17-18).

Da Leitura da passagem acima, compreende-se que Jesus não veio destruir o que já tinha sido ensinado e pregado, mas sim dar um sentido mais amplo à essas leis, na medida em que apresenta uma nova forma de compreensão e entendimento, através de suas palavras simples e seus atos bondosos. Jesus resumiu os Dez Mandamentos “em dois ensinamentos mais abrangentes, e não menos importantes: amar a Deus sobre todas as coisas e amar o próximo como a si mesmo. A ideia de justiça, com Moisés, agora era atualizada com a Lei de Amor.

Conforme nos ensina a Doutrina Espírita, enquanto a chamada Lei Antiga corresponde a um clamor dos homens pedindo sinais dos Céus, o Novo Testamento (Segunda Revelação), trazido por Jesus, é a resposta de Deus, dizendo que O Pai Eterno está presente ao lado de Seus filhos, e que os ama incondicionalmente”[ii].

Não obstante, Jesus, tendo em vista as limitações do povo da época, falou muitas vezes em forma de parábolas, sendo certo que para o entendimento de muitas de suas declarações e ensinamentos, fazia-se necessário o surgimento de novas ideias e conhecimentos, o que somente se conseguiria com o desenvolvimento da humanidade e da ciência. Daí o surgimento do espiritismo.

O Espiritismo, também chamado no Evangelho como a Terceira Revelação, “é a nova ciência que vem revelar aos homens, por meio de provas irrecusáveis, a existência e a natureza do mundo espiritual e suas relações com o mundo material. Ele nos mostra esse mundo, não mais como sobrenatural, mas, pelo contrário, como uma das forças vivas e incessantemente atuantes da natureza”[iii].

Analisando as Três Revelações, mais especificamente as declarações do Cristo e os fundamentos pregados pelo Espiritismo tradicional, compreende-se que o surgimento da Umbanda segue a mesma linha de raciocínio.

Analisando os preceitos da Umbanda e o que vem sendo praticado nos Terreiros através doa anos, é certo que a mesma não veio afastar os ensinamentos e preceitos do Espiritismo, mas sim, igualmente, dedicar-se à caridade, com base no Evangelho do Cristo.

A Umbanda, união de todas as bandas, surgiu para que todos os espíritos pudessem ser ouvidos e trabalhar em prol de seus irmãos encarnados, independentemente de cor, raça, credo ou posição social.

Conforme explicado pelo Caboclo das Sete Encruzilhadas, fundador da Umbanda, através de seu médium Zélio Fernandino de Moraes, muitos espíritos que fizeram parte da História do Brasil, como índios e negros, não podiam se manifestar nas tradicionais reuniões espíritas, por serem considerados atrasados.

E declarou, ainda, a referida Entidade de Luz: “a prática da caridade, no sentido do amor fraterno, será a característica principal deste culto, que tem base no evangelho de Jesus, e como mestre supremo Cristo”[iv].

Sendo assim, da mesma forma que o Cristo veio esclarecer e complementar a “Lei”, a Umbanda surgiu como um complemento do Espiritismo, ampliando seu campo de ação, através da manipulação das energias da natureza e da possibilidade da prática da caridade por todos e para todos.



[ii] Passagem extraída do texto encontrado na página http://casadeemmanuel.org.br/nao_vim_destruir.html
[iii] Passagem extraída do texto encontrado na página https://evangelhoespirita.wordpress.com/capitulos-1-a-27/cap-1-nao-vim-destruir-a-lei/as-tres-revelacoes-moises-cristo-e-o-espiritismo/
[iv] Passagem extraída do Tomo I do Centro de Estudos Nossa Casa, página 18.

quinta-feira, 23 de maio de 2019

SÁBADO - 25 DE MAIO DE 2019


Irmãos e Amigos do CEENC, 
Como de costume a última gira deste mês de maio será aberta para receber os consulentes em Nossa Casa!
Com o coração repleto de felicidade informamos que será a Gira de Homenagem aos pretos-velhos, quando poderemos dar um abraço especial e carinhoso em todos os vovôs e vovós que tanto nos ajudam com sua sabedoria e amor! 
Esperamos vocês no CEENC para fazer parte de nossa corrente!
Nesse sábado, dia 25 de maio de 2019. Entrada de Consulentes: Das 19:00hs às 21:00 hs. 
Um abraço fraterno, 
FAMÍLIA CEENC

terça-feira, 7 de maio de 2019

PRÓXIMA GIRA DE CONSULTA DE MAIO

Irmãos e Amigos do CEENC,
Informamos a todos que a próxima gira de consulta do mês de maio acontecerá em 25 de maio, com a homenagem aos pretos-velhos. A segunda-feira, dia 13.05.19 será voltada para trabalho interno em Nossa Casa, sem a presença da assistência. Agradecemos a compreensão de todos e contamos com vocês no dia 25 de maio (sábado) para fazerem parte da nossa corrente de fé, amor e gratidão aos pretos-velhos. Um abraço fraterno, FAMÍLIA CEENC.

sábado, 27 de abril de 2019

REABERTURA DO CEENC - HOJE



Bom dia a todos, 
Relembramos a todos da reabertura da Nossa Casa no dia de hoje! Hoje em nossa reunião teremos nossa homenagem ao Sr. Ogum e gira com pretos-velhos e caboclos. Esperamos vocês por aqui para fazerem parte da nossa corrente de luz. 
Um abraço fraterno, 
FAMÍLIA CEENC.

segunda-feira, 15 de abril de 2019

CALENDÁRIO DISPONÍVEL


Irmãos e Amigos do CEENC, 
Informamos que o calendário das atividades de 2019 está disponível na aba NOSSO CALENDÁRIO, em nossa página e também pode ser acessado pelo link: http://www.ceenc.com.br/p/nossas-atividades.html . 
Também dá pra acessar clicando na foto que está bem aí do ladinho esquerdo da sua tela.
Lembramos a todos que a casa abre no último ´sabado desse mês e estão todos convidados para a abertura com homenagem ao Sr. Ogum!
Um abraço fraterno, família CEENC. 

quarta-feira, 23 de maio de 2018

HOMENAGEM AOS PRETOS-VELHOS



Irmãos e Amigos do CEENC,
Neste sábado faremos nossa amorosa homenagem aos nossos Pretinhos-velhos...
Esperamos todos vocês para participarem dessa noite de luz e se unirem a nós para comemorarmos juntos a caridade desses velhinhos que tanto nos protegem e cuidem de nós!
A entrada de consulentes de 19:00hs às 21:00hs...
Um abraço fraterno a todos,
Família CEENC