segunda-feira, 20 de março de 2017

GUIAS E COLARES III - A DIRIGENTE RESPONDE

(Continuação - Parte3/3)


22) Se eu comprar uma guia e não fizer segurança nela e quiser usar, algo ruim acontece?
Resposta:
Preste atenção, as guias são verdadeiros para-raios em defesa dos médiuns. Elas são imantadas pelos guias chefes ou pelos Dirigentes da Casa através das energias da natureza para servirem de escudos contra as energias negativas que possam se aproximar dos servidores da Umbanda na prática da caridade. Se por algum momento, alguma carga negativa se aproximar, essa carga se choca à guia de contas como um escudo de proteção para o médium. Elas são fundamentadas, imantadas. Sem esse preparo elas perdem sua razão e são como qualquer enfeite que usamos no nosso dia a dia. Não há motivo para fazer uso dela.  Existe uma guia que   podemos usar e que realmente serve como proteção. A guia de aço, é uma guia de proteção; um isolante que afasta o médium de cargas negativas tanto em uma roda espiritual como também na sua vida terrena. A guia de aço é a única permitida a ser utilizada pelos médiuns no seu dia a dia como forte amuleto de proteção, um verdadeiro patuá. Fique em paz e que Deus te abençoe.

23) Tenho uma grande dúvida:  meu Pai de Cabeça na Umbanda é Ogum e a guia na Umbanda de Ogum é vermelha. Mas fui orientado a fazê-la com contas verdes. Meu Ogum é Ogum Beira Mar. Não vejo ligação. Poderiam me ajudar?
Resposta:
A guia usada na Umbanda que representa a linha de Ogum, é a vermelha. A cor verde representa Oxossi. Quando trabalhamos na linha de Oxossi, normalmente usamos a guia verde junto com a guia de Ogum. Procure saber se o seu caboclo se chama também Beira Mar. Caboclo Beira Mar. Ele é um lindo que caboclo que trabalha tanto na vibração de Ogum (terra), como na vibração de Oxóssi (mata). Converse com a entidade que te pediu essa guia e/ou com o Dirigente da sua Casa. Quem cuida de você com amor e carinho, com certeza dará a melhor explicação fundamentada nas leis de Umbanda. Fique em paz e que Deus te abençoe!

24) Criança pode usar guias de contas coloridas? Por exemplo, guia azul vivo?
Resposta:
Normalmente é dado a crianças guias, mas de uma outra forma e com outros fundamentos. Normalmente são em forma de tercinho, escapulário, cordãozinho. Essas guias (cordões de proteção) são dados para serem colocados em bercinho, na roupinha, nos carrinhos. Não para uso no pescoço de uma maneira regular. Cordões para crianças são objetos perigosos. Podem ser colocados na boca, podem apertar seus pescocinhos. Sendo assim, como podemos proteger alguém com objetos que podem se tornar extremamente perigosos nas mãos de uma criança?
Esse cordãozinho, como também figas, servem de proteção contra mal olhado, quebranto. Servem também como proteção e fortalecimento no seu crescimento. 
Então, respondendo sua pergunta, não há necessidade alguma de uma criança utilizar uma guia de Umbanda. Fique em paz e que Deus te abençoe!

25) Estou afastada do Centro há algum tempo. Recentemente percebi que minha guia de coquinhos deteriorou. Ela ficava guardada junto a outras guias de pedras. O que devo fazer com essa? E com as de pedras? Como limpar as que ficaram? Como desfazer a que deteriorou?
Resposta:
Todas as guias são fundamentadas. As guias feitas com sementes, madeiras tipo bambu ou outros materiais similares tem a tendência de, com o tempo apodrecerem ou arrebentarem.
Pegue um paninho branco e coloque em uma mesa. Nesse paninho, desmanche sua guia. Com certeza deverá estar estragada e as vezes até com bichinho dentro das contas. Acontece muito com guias feitas com Lágrimas de Nossa Senhora. Após desmanchar, não há necessidade de despachar. Lave em água corrente e pode jogar fora. Quando acontece de deteriorar e estragar uma guia de sementes, ela já não tem mais a imantação que possuía.
Quanto as outras, verifique se o náilon ainda está firme. Estando, leve ao mar ou a uma cachoeira e faça a lavagem. Após, deixe secar bem para que o fio de amarração não apodreça e as guarde outra vez. Se um dia retornar a uma Casa de Umbanda, entregue ao Guia Chefe ou ao Dirigente da Casa para elas possam mais uma vez ser imantadas para uso nos seus trabalhos mediúnicos.
Fique em paz e que Deus te abençoe!

26) O que significa quando uma medalha de São Bento arrebenta?  Essa medalha ficava em um cordão no meu pescoço. Não houve nada diferente que pudesse fazer arrebentar. Foi de repente. Por favor me ajude respondendo. Eu acho que tem muita coisa atrapalhando meus caminhos. Resposta:
Independe de quem seja a sua proteção. Existem vários motivos. Um por estar com a correntinha ou o elo fraco em função do suor no corpo. Outro motivo por ter sido muito tempo usada e com o dia a dia deteriorou. Acontece mais quando não é de aço. Se a sua for de aço (ferro, alumínio, prata não tem imantação apropriada), pode ter arrebentado por muita energia negativa acumulada. Quando se recebe uma carga maior (tipo aborrecimento, inveja ou algo parecido), ela arrebente para descarregar. Nesse caso basta montar, lavar e voltar a usar (se for de aço). A guia de aço tem imantação própria.  Essa é uma guia de proteção; um isolante que afasta o médium de cargas negativas tanto em uma roda espiritual como também na sua vida terrena. A guia de aço é a única permitida a ser utilizada pelos médiuns no seu dia a dia como forte amuleto de proteção, um verdadeiro patuá.
Fique em paz e que Deus te abençoe!

27) Minha esposa encontrou uma guia no mar que enroscou no pé dela.  É uma guia vermelha, preta e branca. Poderiam me informar qual o significado?
Resposta:
Uma guia vermelha e preta é uma proteção dada pelos guardiões. Normalmente não possui conta branca. Mas essa conta nada mais é do que um símbolo de Oxalá ou das almas. Essa guia estava no mar por ter sido entregue. Por não ser mais usada, foi entregue ao mar (representa a força da água na natureza) em sinal de agradecimento.
Não há necessidade de preocupações. Ao ser entregue, imediatamente ela perde o fundamento de imantação e passa a ser apenas um cordão. 
Fique em paz e que Deus te abençoe!

28) Conheço superficialmente a doutrina Umbandista, através de estudos e afins, similaridades. Nos últimos meses, me vi apegada às características de filhos de Mamãe Oxum, e assim tenho seguido. Pouco tempo atrás vi um colar de búzios. Me encantei, fui atrás e hoje tive a oportunidade de comprar um. Coloquei no pescoço e esqueci do cuidado da consagração. Li por alto que a consagração das guias se dá pela lavagem em água corrente e exposição à Lua Cheia após energização com vela. Queria saber se poderia fazer sozinha esse ritual, e se é aconselhado que eu possa usar. Gratidão desde já! Somos um!
Resposta:
Na nossa Umbanda querida as nossas guias são colares coloridos que são utilizados nos trabalhos, fazendo parte do fundamento de todo Umbandista.
As guias são verdadeiros para-raios em defesa dos médiuns. Elas são imantadas pelos guias chefes ou pelos Dirigentes da Casa através das energias da natureza para servirem de escudos contra as energias negativas que possam se aproximar dos servidores da Umbanda na prática da caridade. Se por algum momento, alguma carga negativa se aproximar, essa carga se choca à guia de contas como um escudo de proteção para o médium.
Não podemos esquecer que os fios são feitos de náilon e alguns com ferramentas em metal. Como estão encostados ao nosso corpo poderão também arrebentar por desgaste do material.
As guias, além de servirem de proteção, também têm outras funções como:
- Elo de ligação psíquica entre médium e espírito;
- Instrumento de auxílio nos tratamentos espirituais;
Como são colares imantados, precisam ser bentas pelo Guia Chefe ou pelos Dirigentes para que possam ter a mesma tônica vibracional daquelas que todos os outros médiuns que se encontram na mesma roda utilizam. Todo material utilizado pelos médiuns tem que estar na mesma vibração, na mesma harmonia como um todo.
Uma guia só é considerada vibracional quando preparada e imantada com fundamentos específicos. Agora, nada impede que você compre seu colar de búzios e o tenha como proteção dentro do seu coração.
Procure uma Casa Espiritual de Umbanda de sua confiança e conte ao Dirigente essa sua vontade. Com certeza será lhe dado explicações bem mais específicas e em seguida imantação para seu colar, se assim for permitido. Fique em paz e que Deus te abençoe!

29) Sou consulente em uma Casa de Umbanda há cerca de 6 anos. Desde então utilizo guia de proteção a pedido dos guias espirituais. Sei que devo utilizá-las diariamente. Ao ir ao banheiro, devo retirá-las também?
Resposta:
Quando vamos ao banheiro devemos tirar as guias. Além de ser um sinal de respeito, o banheiro é um ambiente contraposto à pureza na qual devemos manter nossas guias de proteção. Essas impurezas podem afetar a linha vibracional que temos que preservar, afinal de contas, o ambiente terreno está repleto de impurezas tanto materiais quanto fluídicas, que podem se ligar ao filtro de proteção nesses ambientes. Fique em paz e que Deus te abençoe!

30) Eu sou evangélico.  Posso ter uma guia?
Resposta:
Nossas guias são colares coloridos que são utilizados nos trabalhos, fazendo parte do fundamento de todo Umbandista.
As guias são verdadeiros para-raios em defesa dos médiuns. Elas são imantadas pelos guias chefes ou pelos Dirigentes da Casa através das energias da natureza para servirem de escudos contra as energias negativas que possam se aproximar dos servidores da Umbanda na prática da caridade. Se por algum momento, alguma carga negativa se aproximar, essa carga se choca à guia de contas como um escudo de proteção para o médium.
As guias, além de servirem de proteção, também têm outras funções como:
- Elo de ligação psíquica entre médium e espírito;
- Instrumento de auxílio nos tratamentos espirituais;
Já, a guia de aço você pode usar normalmente, no seu dia a dia. Essa guia é um isolante que afasta a pessoa de cargas negativas tanto em uma Casa religiosa como também na sua vida terrena. A guia de aço é a única permitida a ser utilizada pelas pessoas no seu dia a dia como forte amuleto de proteção, um verdadeiro patuá.
Fique em paz e que Deus te abençoe!

31) Esses dias fui a um terreiro e fiquei preocupada. Nessa Casa se encontrava um médium rapaz que incorporava Maria Molambo. Essa entidade me pediu uma guia amarela e para o meu marido uma verde. Mas não explicou nada. Nem para o que era e nem como teria que ser feita. Apenas disse que precisava ser até a altura do umbigo. Disse para que após adquirir que entregasse a ele para ser benta. Já era para eu ter levado até ele, mas estou com medo. Não entendo nada. Um amigo meu e do meu marido possuía uma guia vermelha que sempre usava. Um dia essa guia arrebentou e ele mudou completamente. Começou a se irritar com tudo. Parecia até que algo ruim havia encostado nele. Poderiam me ajudar? O que faço?
Resposta:
Sempre o melhor caminho é seguir seu coração.
As guias são verdadeiros para-raios em defesa dos médiuns. Elas são imantadas pelos guias chefes ou pelos Dirigentes da Casa através das energias da natureza para servirem de escudos contra as energias negativas que possam se aproximar dos servidores da Umbanda na prática da caridade. Se por algum momento, alguma carga negativa se aproximar, essa carga se choca à guia de contas como um escudo de proteção para o médium.
As guias, além de servirem de proteção, também têm outras funções como:
- Elo de ligação psíquica entre médium e espírito;
- Instrumento de auxílio nos tratamentos espirituais;
Como são colares imantados, precisam ser bentas pelo Guia Chefe ou pelos Dirigentes para que possam ter a mesma tônica vibracional daquelas que todos os outros médiuns que se encontram na mesma roda utilizam. Todo material utilizado pelos médiuns tem que estar na mesma vibração, na mesma harmonia como um todo. 
Como vimos até agora, as guias usadas servem como elo de ligação entre as forças da natureza e o campo energético do médium, bem como filtro de energias entre o ambiente e o médium.
Ela reforça a intensidade da conexão do médium com o mundo espiritual do médium, melhorando a comunicação, a intuição e a transmissão energética nos trabalhos caritativos dos guias e mentores de uma roda espiritual de caridade.
Todas as guias devem ser montadas com fundamentos de caridade. Todos que usam devem saber que elas nos são úteis como elo de segurança e proteção. Logo devem ser tratadas com muito carinho e muito zelo.
Quanto a guia de seu amigo arrebentar, isso acontece por vários motivos. Entre eles desgaste pelo tempo, pelo suor do corpo fazendo a náilon arrebentar ou pelo excesso de carga negativa fazendo com que ela arrebenta para nossa segurança. A guia arrebentar não fez e jamais fará seu amigo mudar suas atitudes. 
Para que seu coração tenha todo conforto, volte ao terreiro onde essas guias foram pedidas e procure a mesma entidade ou o Dirigente da Casa. Explique suas dúvidas e fale a ele a mesma coisa que me falou. Com certeza você irá tirar suas dúvidas dentro de um lugar que seu coração sorri. Fique em paz e que Deus te abençoe!

ATENÇÃO!!!!!!!!!!!!
Não banalizem sua fé, sua religião! Ela sempre será seu maior escudo na sua vida terrena e na sua evolução espiritual!
Lembrem-se: nossas guias  são nossas ferramentas na caridade espiritual. Devemos cuidar e respeitá-las. Elas são a nossa força e nossa fé. Elas são nosso escudo de amor e paz. Cada guia que usamos revela o que queremos, para que estamos aqui e o que pretendemos ao usá-la. Então irmãos, vamos cuidar sempre, de uma a uma, com muito amor, paciência e humildade.

Bem, meus queridos e amados irmãos, obrigado por mais um dia juntos nessa Seara de Umbanda. Que a Paz do Senhor esteja sempre em nossos corações e que A MISSÃO SE CUMPRA!!!!!!!!!!!


GUIAS E COLARES III - A DIRIGENTE RESPONDE
GUIAS E COLARES III - A DIRIGENTE RESPONDE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribuições feitas com o coração são bem vindas!